• Clinere

PRINCIPAIS CAUSAS DE DOR NAS MÃOS




Dor nas mãos pode ocorrer por várias causas. Entre as mais comuns, temos a artrose (ou osteoartrite de mãos).


➡️Doença de Crain, ou osteoartrite erosiva, é tipo de Artrose primária que acomete mais as mulheres acima de 50 anos e envolvendo as interfalanges distais e proximais além da primeira carpometacarpo. Evoluem com episódios de inflamação e muitas vezes difícil diferente a Artrite reumatóide. No raio-x, apresentam osteófitos ("bico de papagaio" como são conhecidos) e sinal da "asa de gaivota".


➡️A rizartrose ou artrose do polegar é uma causa comum de dor. Ocorre em mulheres após a menopausa. A queixa é dor na base do polegar, com crepitação ao movimento e deformidade nos casos mais graves. O raio-x confirma o diagnóstico.

Para tratamento pode-se usar analgésico, anti-inflamatório, imobilização com órtese e infiltração com corticoide.


➡️Já ouviu falar do “dedo em gatilho” ou tenossinovite estenosante dos flexores dos dedos?! É uma tendinite comum localizada na palma da mão.

✔️Acomete até 3% da população, sendo mais frequente nas mulheres e em algumas doenças como artrite reumatóide, gota, hipotireoidismo e diabetes. Pode ocorrer associado também com contratura em flexão (que causa fibrose nos dedos) e síndrome do túnel do carpo (causada por compressão do nervo do punho).

✔️Quais sintomas?

O sintoma mais comum é dor e dificuldade de movimentar alguns dedos como segurar objetos e se ouvindo até “um clique” durante o movimento.

Também pode-se palpar um caroço pequeno no tendão comprometido. Muitas vezes é recorrente.

✔️Tratamento se faz com o uso de anti-inflamatório, fisioterapia, infiltração com corticoide (que tem eficácia em até 90%). Casos mais graves vão necessitar cirurgia.


➡️ Artrite reumatóide, uma doença inflamatória crônica que afeta mais as mulheres, associado ao fumo, infecções, genética e outros. É a artrite mais comum. Tipicamente, ocorre inflamação das juntas das mãos e punhos em 95% dos casos, mas pode inflamar qualquer articulação do corpo. Os exames mais usados para o diagnóstico são o fator reumatóide e anti-CCP, além de outros. Hoje em dia há muita opção de tratamento que deve ser iniciado o quanto antes para evitar destruição da junta.


Para se evitar a deformidade nas mãos, deve-se fazer logo o diagnóstico e tratamento, sendo recomendado uma avaliação pelo reumatologista.


🔸Dra. Raíssa G. Rodrigues - CRM SP 106600 | RQE 36019 Reumatologista


317 visualizações

Rua Frei Caneca, 558, conjunto 1703,

C0nsolação, São Paulo - SP,

CEP 01307-000

Tel :   011 - 2597- 7181

           011 - 93235-9479

  • Instagram
  • Facebook ícone social

Agendamento de Consultas : Segunda à Sexta a partir das 8hrs . Atendimentos aos sábados pela manhã