• SEO Auditoria OCDMB

Diabetes Gestacional




Durante a gravidez ocorrem adaptações na produção hormonal materna para permitir o desenvolvimento do bebê. A placenta é uma fonte importante de hormônios que reduzem a ação da insulina. O pâncreas materno, consequentemente, aumenta a produção de insulina para compensar este quadro de resistência á sua ação.


Em algumas mulheres, entretanto, este processo não ocorre e elas desenvolvem quadro de diabetes gestacional, caracterizado pelo aumento do nível de glicose no sangue.


Quando o bebê é exposto a grandes quantidades de glicose ainda no ambiente intra-uterino, há maior risco de crescimento fetal excessivo, partos traumáticos, parto prematuro, hipoglicemia neonatal e até de obesidade e diabetes na vida adulta.


O diabetes gestacional pode ocorrer em qualquer mulher. Não é comum a presença de sintomas. Por isso, recomenda-se que todas as gestantes pesquisem, como está a glicose em jejum e, mais importante ainda, a glicemia após estímulo da ingestão de glicose, o chamado teste oral de tolerância a glicose que deve ser feito a partir da 24ª semana (início do 6º mês) de gravidez. O diagnóstico é feito caso a glicose no sangue venha com valores iguais ou maiores a 92 mg/dl no jejum ou 180 mg/dl e 153 mg/dl respectivamente 1 hora e 2 horas após a ingestão do açúcar.


Quais são as mulheres que apresentam maior risco de desenvolver a doença ?


  • Idade materna > 35 anos

  • Ganho de peso excessivo durante a gestação

  • Sobrepeso ou obesidade antes de engravidar

  • Síndrome dos ovários policísticos

  • História prévia de bebês grandes (mais de 4 kg) ou de diabetes gestacional em outras gestações

  • História familiar de diabetes em parentes de primeiro grau

  • Hipertensão arterial sistêmica na gestação

  • Gestação múltipla (gravidez de gêmeos).


O controle do diabetes gestacional é feito na maioria das vezes através de uma orientação nutricional adequada e controle de calorias. A prática de atividade física é uma medida de grande eficácia para redução dos níveis glicêmicos.Aquelas gestantes que não chegam a um controle adequado com dieta e atividade física tem indicação de associar uso de insulinoterapia. O uso da insulina é seguro durante a gestação e o objetivo da terapêutica é a normalização da glicose materna.


É importante destacar que a maioria das gestações complicadas pelo diabetes, quando tratada de maneira adequada, terá um excelente desfecho e os bebês nascerão saudáveis.


A melhor forma de tratar o diabetes gestacional e proteger o seu bebê e a si mesma é com visitas regulares ao endocrinologista, dieta saudável e exercícios adequados.



Marque sua consulta para uma melhor avaliação médica.


Dra.Tatiana Denck Gonçalves

Endocrinologista

CRM 127.265



48 visualizações

Rua Frei Caneca, 558, conjunto 1703,

C0nsolação, São Paulo - SP,

CEP 01307-000

Tel :   011 - 2597- 7181

           011 - 93235-9479

  • Instagram
  • Facebook ícone social

Agendamento de Consultas : Segunda à Sexta a partir das 8hrs . Atendimentos aos sábados pela manhã