• Clinere

CAUSAS DE DOR NO PESCOÇO!




Cervicalgia é famosa dor no pescoço. Quem ainda não teve? A dor no pescoço é uma queixa comum tanto em jovens quanto nos idosos.

➡️Quando a dor irradia para os braços é chamada cervicobraquialgia.

➡️Pode ser aguda (passa rápido) ou crônica (dura mais de 6 semanas).

➡️A cervicalgia mecânica é a causa mais comum. São causas:

*Osteoartrite (Artrose) acomete mais as últimas vértebras do pescoço (C4 até C7), afeta pacientes acima de 40 anos e é quase universal acima de 70 anos. A dor é lenta e progressiva. Piora com postura errada. Pode se apresentar como dor no pescoço que vai até os ombros, irradiar como na hérnia de disco e outros sintomas inespecíficos como tontura, zumbido.

*Distensão cervical - dor na região posterior do pescoço, entre os ombros causada por posturas anormais ou sobrecarga mecânica repetitiva, que não irradia para braços e que piora com a movimentação do pescoço;

*Dor miofascial - dor muscular intensa e caracterizada pela reprodução essa dor ao apertar certos pontos no corpo, os chamados pontos gatilhos. Causada por postura errada, estresse entre outros;


*Discopatia (protusão do disco e hérnia do disco vertebral) - a dor pode começar no pescoço mas tipicamente corre é referida no braço e pode irradiar dos ombros até os dedos das mãos seguindo o trajeto do nervo afetado. Diferente da hérnia da lombar, pode causar sintomas de mielopatia (compressão grave da medula) com fraqueza das pernas, perda de urina sem sentir, e outros.

*Inflamatória como artrite reumatoide (AR) e espondilite anquilosante (EA) com dor tipo inflamatória, que piora ao deitar e durante o repouso;

*Infecção, neoplasia, entre outras. ➡️Como fazer o diagnóstico? A caracterização da dor relatada associada ao exame físico são suficientes para o diagnóstico na maioria dos casos, podendo usar exames adicionais principalmente na presença de sinais de alerta (como febre e perda de peso). ➡️Como melhorar: A educação do paciente é importante aliado ao seu cuidado com a postura, como elevar o celular à altura os olhos, e ergonomia (manter cabeça alinhada para tela do computador) além do condicionamento físico. O exercício físico fortalece os músculos e melhoram bastante a dor. Uso de anti-inflamatório, corticoide e outros medicamentos também ajudam a melhorar a dor. Alongar durante o dia ajuda bastante! 🔸Dra. Raíssa G. Rodrigues - CRM SP 106600 | RQE 36019 Reumatologista


0 visualização

Rua Frei Caneca, 558, conjunto 1703,

C0nsolação, São Paulo - SP,

CEP 01307-000

Tel :   011 - 2597- 7181

           011 - 93235-9479

  • Instagram
  • Facebook ícone social

Agendamento de Consultas : Segunda à Sexta a partir das 8hrs . Atendimentos aos sábados pela manhã